FaceBookYoutube

Trágica.3 (2014)

poster tragicaSINOPSE

Montagem em versão contemporânea construída a partir da releitura de Antígona, Medeia e Electra, cruza elementos das artes plásticas, da música e da performance. Três mitos que compõem um único espetáculo, ‘Trágica.3’, dirigido por Guilherme Leme, estreou no dia 25 de abril, no Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo. A temporada se estendeu até 7 de julho e depois seguiu para as respectivas sedes do CCBB no Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte. O processo de construção desta trilogia iniciou-se no ano de 2010, com a criação do elogiado espetáculo “Rockantygona” (vencedor do prêmio Shell de melhor iluminação e eleito pela revista Bravo como um dos melhores espetáculos em cartaz no ano de 2010) e prosseguiu com pesquisas sobre mais duas heroínas trágicas Medeia e Electra.  ‘Trágica.3’  apresenta a dramaticidade feminina no seu expoente representando uma renovação audaciosa na dramaturgia da Grécia Antiga, onde as mulheres assumiam um papel secundário e inferior.

ANTYGONA. 2 - Baseado no clássico grego de Sófocles, Caio de Andrade sintetizou - com olhar contemporâneo as discussões que estão além do tempo: o comportamento humano frente ao poder e à intolerância. Um recorte poético sobre o mito, com inspiração na obra do artista plástico e iluminador americano James Turrel, nos movimentos ligados às artes performáticas e também aos diversos tipos de cânticos e lamentos musicais.





ELENCO

•  Denise Del Vecchio
•  Letícia Sabatella
•  Miwa Yanagizawa
•  Fernando Alves Pinto
•  Marcello H


FICHA TÉCNICA

•  Textos: Medea (Heiner Müller) / Antygona.2 (Caio de Andrade) / Electra.3  (Francisco Carlos)
•  Concepção e Direção: Guilherme Leme Garcia
•  Cenografia: Aurora dos Campos
•  Iluminação: Tomás Ribas
•  Figurino: Glória Coelho
•  Trilha Sonora Original: Fernando Alves Pinto, Leticia Sabatella e Marcello H
•  Visagismo: Leopoldo Pacheco
•  Coordenação de Comunicação: Daniela Cantagalli
•  Programação Visual e Fotos: Victor Hugo Cecatto
•  Assessoria de Imprensa: Adriana Monteiro
•  Produção Executiva: Sílvia Rezende
•  Direção de Produção: Sérgio Saboya


TEATROS

• Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte.


PREMIAÇÕES

•  Eleito pelo jornal O GLOBO (RJ) um dos 10 melhores espetáculos de 2014.

Indicações ao Prêmio Shell:

• Melhor diretor: Guilherme Leme Garcia
• Melhor atriz: Denise Del Vecchio
• Melhor figurino: Glória Coelho
• Melhor iluminação: Tomás Ribas
• Melhor música: Fernando Alves Pinto, Letícia Sabatella e Marcello H.