FaceBookYoutube

Geringonça (2ª montagem - 2004)

geringoncaSINOPSE

1908 – o ano da morte do grande dramaturgo Arthur Azevedo é ponto de partida para uma divertida “Revista de Ano” que tem como objetivo homenageá-lo. Partindo da estrutura revisteira, Caio de Andrade criou uma divertida comédia recheada de música, personagens alegóricos e inusitadas situações que contam, entre números de cortina e outros artifícios, a saga de uma companhia de teatro falida que precisa montar uma “Revista de Ano” para continuar existindo. Alegria, humor e uma boa dose de irreverência fizeram de “Geringonça” um grande sucesso da temporada carioca.




ELENCO

•  Beth Lamas, Karan Machado, Larissa Bracher, Marcelo H, Paulo César Grande, e Xando Graça.



FICHA TÉCNICA

•  Texto e Direção: Caio de Andrade
•  Cenário: Adriana Lima
•  Figurino: Ernani Peixoto e Michele Augusto
•  Iluminação: Adriana Ortiz
•  Pesquisa: Fernando Mencarelli
•  Preparação Corporal: Ana Paula Bouzas
•  Design Gráfico: M. Moraes Design
•  Fotografia: Jefferson Martins
•  Produção Executiva: Marco Pólo / Regina Monteiro
•  Direção de Produção: Larissa Bracher / Silvia Rezende
•  Realização: Larissa Bracher Produções Artísticas


TEATROS

• Teatro Maison de France
• Teatro das Artes
• Excursão nacional


PREMIAÇÕES

• Prêmio Caravana Cultural – Funarte
• Jornal O Globo – Lista dos Melhores Espetáculos do Ano.


NOTAS SOBRE O ESPETÁCULO

“A direção é do próprio Caio, que, como sabe o que escreveu, não tem dificuldade em conduzir tudo no tom e no clima que desejava. (...) “Geringonça”, enfim, é uma gostosa evocação do passado brasileiro, bonita para os olhos e muito divertida” (Crítica / Bárbara Heliodora – O Globo)

“A habilidade com que Caio de Andrade transpõe épocas e estilos para um texto original, revela a segurança com que insufla vigor a um universo pré-existente, sendo absolutamente pessoal nessa recriação”.
(Crítica / Macksen Luiz – Jornal do Brasil).

 


CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR O CLIPPING DO ESPETÁCULO